Cidades Com Poder

Cidades Com Poder

Cidades Com Poder 1

Ásia dominou o mundo durante muitos anos, todavia a partir de meados do século XIX, ficou subordinada a Ocidente e no Japão. Zhongguo, nome habitual da China, que significa Reino do Centro, fechou-se em si mesma, e fechou as portas a tudo o que chega por mar. Assim eclodiu a chamada primeira disputa do Ópio entre o Reino Unido e a Irlanda e a dinastia Qing, uma monarquia despótica. 1980. Hoje tem muitos mais do que Nova York.

“Mais do que nunca importam as cidades. Apenas a 600 centros urbanos geram hoje 60% do PIB mundial”, escreveram Richard Dobbs, diretor do McKinsey Global Institute, e Jaana Remes, pesquisadora do centro. Nem o número de cidades nem sequer o seu encontro no PIB mundial variam no ano de 2025. O que mudará são os participantes deste clube de elite.

25% das ocidentais desaparecerão, e o seu local será ocupado por noventa e três cidades do universo em desenvolvimento. Delas, 72 estarão na China, segundo recolhe o relatório The Most Dynamic Cities of 2025, criado pela McKinsey Global Institute, a partir de sua Cityscope, uma base de dados que monitora 2.650 cidades. Na tabela, haverá dentro de onze anos de idade cidades que mais parecem a todo o mundo, como Xangai, Pequim, São Paulo, Nova York, Tóquio, Londres ou Houston.

Mas haverá algumas que surpreenderão seus próprios concidadãos, como Wuhan ou Shantou (China), Barranquilla (Colômbia), Surat (Índia) ou Port Harcourt (Nigéria), pra apresentar alguns exemplos. É uma metrópole da zona costeira do sul da China. Localizada às margens do mar da China Meridional, Shantou foi uma respeitável cidade na história da china do século XIX, ao ser um dos principais portos de comércio e contato com as culturas ocidentais. Perdeu com as brigas do ópio e o ocaso do Reino do Coração.

Hoje acolhe indústrias químicas, eletrônicas, farmacêuticas e petroquímicas, entre novas, e é um dos maiores centros de realização de alumínio do nação. Shantou tem relações econômicas com 165 países, e mais de cinquenta multinacionais têm investimentos pela cidade.

  • Vince e seis de fevereiro: o fim dos Jogos Olímpicos de Inverno de Turim
  • Doutor honoris razão pela Universidade de Córdoba[23]
  • Registado em: 11 out 2008
  • três O apego pela adolescência
  • 4 Centro de Arte José Hernández Quero
  • 1990-1996: Esta é a Televisão Nacional de Chile

Famosa barragem das Três Gargantas, inaugurada em 2009, hoje orgulha-se de teu parque industrial de grafeno, qualificado de fabricar milhões de filmes nesse equipamento. E se há fortuna há consumo. Em 600 cidades mais práticas do mundo, haverá 745 milhões de famílias, com um PIB per capita média de 23.000 euros. Deles, 520 milhões estarão no mundo em vias de desenvolvimento e terão um PIB próximo dos 15.000 euros.

estima-Se que 500 centenas de pessoas se juntaram à nação de consumidores nessas 600 cidades. 60% deles, de acordo com observação do McKinsey Global Institute, estarão em 440 cidades emergentes. Em 2025, os clientes urbanos dessas 600 cidades estarão dispostos a injetar pela economia em torno de 12,7 bilhões de euros em despesas de consumo adicionais na economia.