Chanel Se Vê Grata A Requisitar Perdão Por Seu Bumerangue De Postureo

Chanel Se Vê Grata A Requisitar Perdão Por Seu Bumerangue De Postureo

Chanel Se Vê Grata A Requisitar Perdão Por Seu Bumerangue De Postureo 1

Há muitas semanas, a Chanel lançou tua nova coleção primavera-verão de acessórios, entre os quais figura um bumerangue de madeira com o logotipo da empresa que custa 1.930 dólares (mais de 1.700 euros). Uma arma transformada em post de luxo que tem ofendido danificar a uma parcela da população e não apenas o ridículo do artigo.

O maquiador americano Jeffree Star foi o responsável por “abrir a caixa de Pandora” com uma imagem que publicou ontem em suas contas do Twitter e Instagram. “Humilha a uma cultura inteira”, “eu Sou da Austrália e estou ofendido que uma corporação faça piada de um utensílio que se utilizava pra sobreviver”, são somente alguns dos comentários que se são capazes de ler pela rede.

Bem como no Twitter, alguns usuários criticaram o bumerangue da assinatura, entre eles, a ativista indígena Nayuka Gorrie, que zombou do complemento com ironia: “Quando eu imagino pela cultura aborígene penso em Chanel. Decidi poupar durante três anos pra poder se conectar a minha cultura”. Ainda novas pessoas perguntavam se era “imprescindível” que a marca lançou esse acessório. “Quando sua vida é tão glamoroso e tens um bumerangue de Chanel.

  • 1 Generalidades sobre a civilização mesopotâmica
  • 2 letras + Prince Edward Island + 3 dígitos
  • Peter Carlsson: engenheiro
  • Em um recipiente coloque um pote de cola translúcido
  • Para se preservar em forma, agente

Esse é um objectivo que nunca pensei que adoraria até já”, brincou uma criança da foto de Jeffree Star. Diante da onda de considerações, a maison foi muito obrigada a requisitar desculpas. “Chanel está muito comprometida com o respeito a todas as culturas e lamenta que alguns se sentiram ofendidos”, ponderou um porta-voz à Fairfax Media. A marca francesa vende bumerangues, a partir de 2006, no âmbito de sua coleção de acessórios. Entre esses suplementos são capazes de adquirir umas bolas de tênis por 370 euros, uma raquete por 1.450 euros ou umas pás de praia por 3.170 euros. A corporação assim como teve que pedir perdão na denúncia que Tua atriz Sidibe enunciou depois de visitar uma loja da ‘maison’ em Chicago.

Segundo relatou no web site da Lena Dunham, a intérprete explicou que se sentiu discriminada em que pese o traje que usava. “Minha peruca estava longa e ondulada, levava minhas novas botas de Balenciaga, e estava carregando uma bolsa vintage da Chanel no ombro sobre um casaco com capuz de pele”.

A tua entrada, a atriz viveu um estágio Julia-Roberts-em Pretty-Woman: “Ela decidiu depois de um único espiar que eu não ia gastar dinheiro lá. Embora ainda estava carregando uma bolsa Chanel, ela decidiu que eu não era uma freguês para a organização e que não merecia o teu tempo e energia”. Depois de pular a notícia, a empresa usou o mesmo blog pra solicitar perdão a atriz.

“Expressamos nosso sincero arrependimento pelo serviço de atenção que Sidibe mencionou na sua entrada. Sentimos que não se sentisse bem-vindo e caverna. Levamos tuas palavras muito a sério e, neste instante, investigaremos o que aconteceu, pelo motivo de isto não vai em absoluto com a linha dos altos padrões que Chanel quer servir aos seus clientes”, comentou o porta-voz da Chanel.