As Dúvidas Confundem Sánchez

As Dúvidas Confundem Sánchez

As Dúvidas Confundem Sánchez 1

A decisão firme de Pedro Sánchez de deslocar-se a uma sessão de investidura em meados de julho, apesar de não ter os votos suficientes abre um cenário bastante incerto e instável. Por um lado, Sánchez neste instante conhece a decisão irrevogável do PP e de Cidadãos de não se abster, pra descomplicar a geração de um Governo. Por outro, o desentendimento entre Sanchez e Pablo Iglesias é absoluto, dada a obsessão do segundo em monopolizar Ministérios. Em qualquer caso, Sánchez foi decidido que em meados de julho, começam a correr os prazos legais, bem para uma investidura desesperado em setembro, quer pra repetição de eleições.

Sánchez segura os dois cenários. O primeiro, defendido por José Luis Ábalos, seu alter-ego, o PSOE; o segundo, favorecido por teu chefe de gabinete e assessor do seu regresso à secretaria-geral do PSOE, Ivan Redondo.

  • 1 As invasões bárbaras e o reino visigodo (século V-711) 4.1.Um A queda do Império romano
  • 59 Solicitação de mapa pro post Andrés Guazurary
  • Aíto: “Não tivemos consistência ao fim”
  • o Sentido da ética e da responsabilidade

Daí surgem a incerteza de Pedro Sánchez e as dúvidas que lhe espreitam, calculando os prós e contras de cada uma das opções. O Partido Socialista há quem vê um risco supérfluo e um erro pela convocação de algumas eleições podendo amarrar hoje um Governo com o aval de seus parceiros de moção de censura. Em compensação, Ivan Redondo sabe que a repetição de eleições dará uma maioria ao PSOE mais confortável do que a obtida em abril, e significaria o enfraquecimento definitivo Podemos. De cada forma, se a investidura em julho torne um fracasso, como dessa forma parece, Espanha adentrará em outro nefasto período de incoerência. Pedro Sánchez tem dificultoso a investidura, contudo muito pior a governabilidade. Opte por uma aposta, ou por outra, o episódio não pinta nada bem.

Por tua parte, Pablo Casado fez dele o resultado do 26M e ressalta que não ocorreu “giro uma pessoa”. Casado garante que sua campanha foi bem sucedida”. A seu juízo, já que não se desviou de abordagens que imediatamente fez pras gerais.

Feijóo e Moreno atribuem o resultado do PP ao desvio ao “centro”, que eles exigiram. A calma parece comparecer a Gênova depois que o efeito nas municipais e regionais tenha escavação de valas o debate sobre a liderança de Paulo Casado.

Javier Maroto retorna ao primeiro plano no jogo e negociará os pactos junto a Teodoro Garcia mar egeu e a deputada Ana Beltrão. Local começará de imediato a aprender as múltiplas negociações que serão abertos em toda a Espanha nas próximas semanas, depois de as eleições municipais e regionais.

O critério geral é procurar acordos de centro-direita, como reconhecem fontes de endereço. Mas a porta-voz nacional de Cs, Inês Arrimadas, não quis rejeitar em conferência de imprensa que o teu partido poderá voltar a acordos com o PSOE em instituídas comunidades ou governos locais. Local levanta, desse modo, a linha vermelha de não negociar governos com o PSOE, no entanto assim como não recusa, a priori, fazê-lo com o Vox.

Fontes do partido laranja insistem em que a norma será buscar acordos de centro-direita e que será “muito difícil” fechar governos de coalizão com os socialistas. Mas não o eliminam. Informa Luis Ángel Sanz. Os seguidores de Mais Madrid escolheu o Twitter pra se despedir da prefeita em exercício da capital, Manuela Carmena, que não conseguiu revalidar seu cargo, apesar de obter este domingo as eleições municipais. Assim sendo, Díaz Brena permanecerá à frente da Prefeitura deste município a população do Vale do Jerte, após atingir 4 vereadores contra os 3 do PP.